Propriedades, benefícios e contra-indicações do mel

O consumo de mel tem sido um tema muito popular nas últimas décadas, visto que existe uma opinião muito heterogênea sobre seus efeitos positivos e negativos na saúde.

Por um lado, há quem diga que o mel faz mal à saúde devido ao seu alto teor de frutose. Por outro lado, há quem diga que os componentes e propriedades benéficos do mel superam os prejudiciais.

Mas em quem devemos acreditar? Nós vamos te contar todos os detalhes abaixo.

propriedades do mel

O que é mel?

O mel é um produto natural que vem sendo utilizado há centenas de anos e se destaca por sua longa vida útil, que pode durar anos.

Também tem sido usado e atualmente é usado como adoçante, remédio natural para várias doenças e até mesmo como "pomada" para tratar certas feridas ou ferimentos.

No entanto, desde que os efeitos nocivos da frutose foram descobertos, muitos questionaram o consumo desse alimento delicioso e nutritivo.

Elaboração de mel

Como todos sabem, o mel é feito pelas abelhas através da coleta do néctar das flores, um tipo de açúcar líquido encontrado nas plantas.

Na colmeia, as abelhas trabalham em equipe para transformar o néctar em mel, processo no qual digerem e regurgitam o néctar repetidamente, passando essa substância de boca em boca até que finalmente se transforme em mel.

Após esse processo de fabricação, as abelhas depositam as pequenas quantidades de mel nas células dos favos e as selam com cera para proteger o mel e preservá-lo por longos períodos.

Também pode lhe interessar .. 14 Tratamentos naturais para cabelos grisalhos.

Propriedades do mel

As propriedades nutricionais do mel e a sua composição variam consoante a origem do néctar recolhido pelas abelhas (alecrim, manuka, urze, tomilho, mil flores, eucalipto, castanheiro, flor de laranjeira ou carvalho). Mas estamos sempre falando de mel e geralmente uma porção tem:

  • 82% de açúcar, 40% do qual é frutose.
  • Vitaminas, minerais e antioxidantes.
  • Alto índice glicêmico.
benefícios do mel

Vitaminas no mel

O mel contém vitaminas A, D, E, B1, C, K, outras vitaminas do grupo B (vitamina B) colina.

Também contém rutina, um flavonóide composto por quercetina e rutinose, cuja função principal é ser um agente protetor do sistema circulatório, além de antioxidante e impulsionador do sistema imunológico.

Minerais

Entre os minerais presentes na composição natural do mel estão alumínio, enxofre, cálcio, cloro, cobre, zinco, fósforo, ferro, manganês, chumbo, potássio, silício e sódio.

Essa rica concentração de minerais, vitaminas e outros nutrientes se deve principalmente ao pólen das flores.

Índice glicêmico

O índice glicêmico do mel é muito próximo ao do açúcar branco. Enquanto o do mel é 60, o do açúcar é 70. Portanto, estamos falando de um alimento com um índice glicêmico muito alto.

Benefícios do mel

Existem muitos estudos que se concentraram em investigar os prós e os contras deste produto natural e concordaram em vários aspectos.

O consumo de mel afeta positivamente o perfil lipídico do organismo, o que se traduz em redução dos níveis de colesterol LDL e triglicerídeos e aumento do colesterol HDL.

Você também pode se interessar por .. Saiba mais sobre Moringa: a árvore que pode alimentar o mundo e purificar a água

Da mesma forma, em vários estudos, observou-se que a ingestão de mel reduz consideravelmente o nível de proteína C reativa, um marcador de inflamação associada a doenças cardíacas.

Antioxidante natural

O alto teor de antioxidantes presentes nas variedades de mel puro e não refinado também é um indicador saudável. Os antioxidantes são substâncias que protegem o corpo contra os danos oxidativos produzidos pelos radicais livres, que podem danificar moléculas importantes como o DNA.

É importante notar que as variedades mais escuras de mel são mais ricas em antioxidantes do que as variedades claras.

Excelente digestivo

Está comprovado que o mel favorece o bom funcionamento do sistema digestivo. Por ajudar a metabolizar os alimentos, é um excelente antídoto para problemas de digestão. Por exemplo, em nosso artigo sobre mel e canela destacamos as possibilidades de combinar esses dois alimentos para beneficiar o sistema digestivo, assim como o circulatório.

Mel para cuidar da pele

O mel também tem propriedades terapêuticas quando aplicado topicamente na pele, pois tem se mostrado um poderoso antibacteriano. Isso se deve a um de seus componentes, a glicose oxidase. Pode ser usado como esfoliante, para problemas de acne e outras doenças da pele ou da pele em geral, como feridas e queimaduras.

Ele também é usado como um hidratante natural.

Cuidado da garganta

O mel é amplamente utilizado no tratamento dos sintomas da gripe e principalmente em problemas de garganta, como tosse e dores em geral. Para isso, pode ser usado sozinho ou com limão. Os dois alimentos juntos formam uma boa combinação, também devido às vitaminas que contêm.

Você também pode se interessar por .. Fome de mudança, sua saúde está em suas mãos (Documentário)

Contra-indicações de mel

O consumo de mel tem efeitos negativos, contra-indicações ou efeitos colaterais para a saúde?

Se você é diabético, deve estar atento ao consumo de mel. De acordo com alguns estudos realizados em pacientes com diabetes, o consumo regular de mel aumenta os níveis de glicose no sangue.

No entanto, quando comparado com dextrose ou sacarose, o aumento do açúcar no sangue é menor.

Outra coisa a ter em mente é que crianças menores de um ano não devem dar mel a gosto.

conclusão

Se você é uma pessoa saudável e ativa, sem problemas aparentes de saúde, o consumo de mel nada mais fará do que beneficiá-lo e melhorar vários aspectos de sua saúde.

Se, por outro lado, você tem problemas de glicose ou sofre de diabetes, não abuse do mel e controle seus níveis de glicose para saber até que ponto tolera este produto natural.

Recomendado

Gengibre, propriedades, benefícios, cultivo e como usá-lo para perder peso
Menta: os benefícios impressionantes desta planta
Chia, usos, propriedades contra-indicações e muito mais