Ashitaba: a planta japonesa que retarda o envelhecimento

O elixir para uma vida longa? Ela existe e foi encontrada em uma planta nativa e comum no Japão, conhecida como ashitaba, Angelica keiskei . Uma equipe de pesquisadores descobriu uma molécula, um flavonóide, capaz de reduzir o declínio celular relacionado à idade em humanos e animais.

O que é Ashitaba?

É uma planta pertencente à família das cenouras já conhecida e utilizada pela medicina tradicional oriental pelos seus efeitos benéficos à saúde. Agora, cientistas da Universidade Austríaca de Graz identificaram um flavonóide capaz de retardar o envelhecimento das células de levedura, vermes e humanos.

Ela cresce principalmente na região central do Japão. Sua raiz, folha e caule são usados ​​para fazer remédios.

Ashitaba: a planta japonesa que retarda o envelhecimento 1

Usos de Ashitaba

Ashitaba é usado para "azia" (doença do refluxo gastroesofágico, DRGE)

  • Úlceras estomacais
  • Pressão arterial alta
  • Colesterol alto
  • Gota
  • Constipação e febre do feno.

Ele também é usado para câncer, varíola, retenção de líquidos, coágulos sanguíneos e intoxicação alimentar. As mulheres usam para aumentar o fluxo do leite materno.

As folhas frescas e o pó seco são usados ​​como alimento.

Contra-indicações:

Não há informações suficientes disponíveis para saber se ashitaba é seguro, mas é reconhecido como tal devido ao seu longo uso como alimento no Japão.

Gravidez e amamentação: Não se sabe o suficiente sobre o uso de ashitaba durante a gravidez e a amamentação. Fique do lado seguro e evite o uso.

Ashitaba e envelhecimento

Como sabemos, o envelhecimento causa mudanças muito específicas nas células. A maioria dos tratamentos anti-envelhecimento tenta neutralizar essas mudanças, geralmente relacionadas a um processo chamado autofagia, que é uma espécie de programa de reciclagem celular que remove alguns componentes danificados. Dessa forma, células novas e saudáveis ​​podem voltar ao seu lugar. Uma autofagia comprometida também pode causar doenças degenerativas.

Você também pode estar interessado em .. Rosa Mosqueta e seu óleo de cura

Frank Madeo e seus colegas da Universidade de Graz examinaram um grupo de flavonóides da planta Angelica keiskei, que estão associados à saúde celular e a uma ampla gama de benefícios à saúde. Portanto, eles identificaram um flavonóide específico, a 4,4'-dimetoxialcona (DMC), que é capaz de retardar o processo de envelhecimento celular.

Esse composto é comumente encontrado nas folhas das plantas, também conhecido como ashitaba ou "folha do amanhã". As folhas foram a base da dieta do samurai por milênios. Embora a ashitaba já seja usada na medicina tradicional japonesa há algum tempo, suas supostas propriedades benéficas ainda não foram totalmente demonstradas em seres vivos.

"Em particular, identificamos CMD na planta Angelica keiskei koidzumi, à qual são atribuídos os efeitos de longevidade e promoção da saúde na medicina tradicional asiática", escreveram os pesquisadores do estudo.

Suas propriedades foram testadas em leveduras, vermes e moscas da fruta, confirmando seu potencial como elixir de longa vida. Nestes casos, a esperança de vida aumentou 20%. Os estudos também foram estendidos às células humanas e os resultados foram positivos, com aumento da autofagia.

Embora mais pesquisas sejam necessárias especialmente para sua aplicação em humanos, certamente o poder desta planta é inegável.

Este estudo foi publicado na revista científica Nature.

IMPORTANTE : Estas informações têm como objetivo complementar, não substituir, o conselho de seu médico ou profissional de saúde e não se destina a cobrir todos os possíveis usos, precauções, interações ou efeitos adversos. Essas informações podem não se adequar às suas circunstâncias de saúde específicas. Nunca atrase ou ignore a busca de aconselhamento médico profissional de seu médico ou outro profissional de saúde qualificado por causa de algo que você leu sobre coisas ecológicas. Você deve sempre falar com um profissional de saúde antes de iniciar, interromper ou alterar qualquer tipo de tratamento.

Recomendado

Gengibre, propriedades, benefícios, cultivo e como usá-lo para perder peso
Menta: os benefícios impressionantes desta planta
Chia, usos, propriedades contra-indicações e muito mais