Melatonina, o hormônio do sono

O que é melatonina e para que serve?

A melatonina é um hormônio presente no sangue e é responsável pelo processo do sono, que é gerado na glândula pineal do nosso cérebro. Esse hormônio é encontrado naturalmente em nosso corpo e seus níveis aumentam à noite, porque é ativado pela escuridão (ou ausência de luz).

Está presente, além do organismo dos seres humanos, em muitos outros seres vivos como animais e plantas, bem como em outras formas de vida como bactérias e fungos.

Ao sincronizar nosso ritmo biológico com o movimento da terra (dia e noite), esse hormônio é às vezes chamado de “relógio natural”.

Além de regular o nosso ciclo diário e o descanso noturno, as propriedades da melatonina se destacam por ter muitos benefícios para o organismo, como ser um poderoso antioxidante natural. E, além disso, possui propriedades antiinflamatórias.

Melatonina para dormir

Devido aos níveis de estresse da vida cotidiana, ansiedade e outras alterações do nosso sistema nervoso relacionadas à frênis do mundo moderno, muitas pessoas sofrem de insônia e outros distúrbios do sono.

É por isso que houve uma explosão recente de comprimidos e extratos de melatonina para ajudar no sono. É importante saber que qualquer "remédio" que tomemos, mesmo o natural, deve ser tomado com muita cautela. Se sofremos de distúrbios do sono, o melhor é que antes de tomar a medicação consulte o nosso médico para que ele faça um diagnóstico completo.

Melatonina para dormir

Muitas vezes as soluções não envolvem tomar um remédio ou comprimido, por mais natural que seja, mas mudar algumas coisas em nossa rotina que nos afetam.

Você também pode estar interessado em .. Zinco. Propriedades, contra-indicações e alimentos ricos neste mineral

A prestigiosa Sociedade Britânica de Psicofarmacologia recomenda a melatonina como o primeiro medicamento para o tratamento dos distúrbios do sono, já que seus efeitos colaterais não são tão fortes quanto os dos remédios para dormir. Isso ocorre, principalmente, porque nosso corpo também gera esse hormônio naturalmente.

Efeitos colaterais e contra-indicações ao tomar melatonina

Os diversos experimentos realizados para verificar os efeitos colaterais ou adversos da melatonina não mostraram contra-indicações graves ou perigos em seu uso, mas alguns sim.

Os efeitos colaterais mais comuns que o consumo de melatonina pode causar ocasionalmente são dores de cabeça, tonturas e náuseas.

Efeitos colaterais contra-indicações da melatonina

Em alguns pacientes, também pode criar sonolência, o que é exatamente o oposto da insônia.

Ainda segundo vários médicos, não deve ser combinado com outras drogas. Portanto, mais uma vez, é aconselhável antes de recorrer a este medicamento, consultar um médico e consultar se é ou não bom iniciar um tratamento.

Alimentos ricos em melatonina

Uma das maneiras mais saudáveis ​​de se beneficiar desse hormônio é ingerindo alimentos ricos em melatonina. Muitos são os alimentos que o contêm, mas sem dúvida alguns se destacam, muito presentes na alimentação comum e muito fáceis de encontrar:

Alimentos ricos em melatonina
  • Arroz. Esse cereal supercompleto, cujos grãos inteiros contêm muitas propriedades, contém naturalmente esse hormônio.
  • Aveia. Este cereal, muito presente em pequenos-almoços saudáveis ​​à base de muesli e outros alimentos, também contém muito.
  • Cerejas Além de ser uma das frutas mais saborosas, a cereja é um dos alimentos ricos em melatonina que não deve faltar.
  • Milho. Quase o mesmo que aveia e arroz, com muitas quantidades, além de muitos outros benefícios.
  • Nozes As nozes são as frutas secas com maior quantidade desse hormônio, além de outros nutrientes e ácidos graxos.
  • Bananas A banana é uma das frutas com mais melatonina, portanto, é uma boa aliada para o seu descanso noturno.
  • Tomates. É o que menos contém esse hormônio da lista, mas por estar tão presente em nossas dietas, é preciso lembrar que também pode nos beneficiar nesse aspecto.

Recomendado

Gengibre, propriedades, benefícios, cultivo e como usá-lo para perder peso
Menta: os benefícios impressionantes desta planta
Chia, usos, propriedades contra-indicações e muito mais