As 10 empresas multinacionais mais perigosas do mundo

Não importa mais onde você mora, é impossível escapar da globalização.

A única saída é informar-se para fazer uma escolha consciente antes de comprar.

Começar a cultivar e fabricar seus alimentos, reduzir o consumo de petróleo e seus derivados, reflorestar, comprar o que precisa, ouvir sua voz interior em vez da voz da propaganda ... esses são pequenos passos para escapar de grandes monstros.

E lembre-se sempre que o poder de escolha está em você, não dê a eles o prazer de cair em suas garras.

1. Chevron

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 1

Várias das grandes petrolíferas estariam nesta lista, mas a Chevron merece um lugar especial. Entre 1972 e 1993, a Chevron (então Texaco) despejou 18 bilhões de galões de água tóxica nas florestas tropicais do Equador sem reparo, destruindo os meios de subsistência dos agricultores locais e adoecendo as populações indígenas. A Chevron também poluiu nos Estados Unidos, em 1998, Richmond (Califórnia), processou a Chevron por despejo ilegal sem passar pelo tratamento de águas residuais, contaminando o abastecimento de água local, idem em New Hampshire em 2003.

A Chevron foi responsável pela morte de vários nigerianos que protestaram contra a empresa pela presença e exploração do delta nigeriano. A Chevron pagou à milícia local, conhecida por seus abusos aos direitos humanos, para esmagar os protestos e até forneceu helicópteros e barcos. Os militares abriram fogo contra os manifestantes, depois incendiaram suas aldeias.

2. De Beers

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 2

Esta empresa não economiza nas despesas e financia, apóia e cria autênticas guerrilhas e ditaduras do terror para continuar obtendo, através da exploração de crianças e adultos, a pedra preciosa. No Botswana, DeBeers foi culpado pela 'limpeza' das terras onde os diamantes são extraídos, incluindo a relocalização forçada de povos indígenas que viveram lá por milhares de anos. O governo supostamente cortou o abastecimento de água, ameaçou-os, torturou-os e enforcou publicamente os resistentes.

Não deixemos de lado sua nula responsabilidade ambiental, seus nulos direitos trabalhistas, suas vidas humanas e suas campanhas rançosas e machistas.

3. Phillip Morris

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 3

Phillip Morris é o maior fabricante de cigarros dos Estados Unidos e do mundo.

Eles são conhecidos por causar câncer em fumantes, bem como defeitos congênitos em crianças que ainda não nasceram, se a mãe fumar durante a gravidez. A fumaça do cigarro contém 43 cancerígenos conhecidos e mais de 4.000 produtos químicos, incluindo monóxido de carbono, formaldeído, amônia, cianeto de hidrogênio, nicotina e arsênico. A nicotina, o principal produto químico psicoativo do tabaco, demonstrou ser um vício psicológico.

Fumar aumenta a pressão arterial, afeta o sistema nervoso central e contrai os vasos sanguíneos.

Além disso, dada a alta dependência que a nicotina causa, quando você tenta parar de fumar, ela pode causar problemas relacionados à ansiedade.

As pontas de cigarro são um dos principais poluentes que os fumantes liberam rotineiramente; lento para degradar. Muitos desses filtros chegam ao solo ou à água, onde seus produtos químicos se comportam como sanguessugas reais.

O tabaco não polui apenas a terra durante seus extensos hectares de monocultura, que são pulverizados diariamente com agrotóxicos, sua produção industrial polui (grandes quantidades de papel, algodão, papelão, metal, combustível são usados ​​...), seu consumo polui o atmosfera, prejudica o seu comprador e as pessoas ao seu redor. A ponta do seu cigarro leva anos para se degradar, fornecendo ao solo e à água uma enorme quantidade de toxinas.

4. Coca-Cola

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 4

A bebida favorita do mundo ou “o leite do capitalismo”, acumula ações judiciais e sanções em diversos países derivadas de graves atos de poluição, más práticas trabalhistas e uso não autorizado de água.

Na fase de produção, a empresa utiliza quase três litros de água para cada litro de produto acabado. As águas descartadas constituem poluentes que a multinacional deposita em locais protegidos, a exemplo do ocorrido na Colômbia, situação pela qual foi multada em agosto passado pelo Secretário Distrital de Meio Ambiente da Prefeitura de Bogotá, quando foi comprovado que haviam descarregado seus Resíduos do Pantanal Capellania, na área de Fontibón, que é considerado um atentado contra uma área de especial importância e proteção ecológica. O processo de contaminação do Pantanal da Capellanía tem sua origem no vencimento da licença de descarga concedida à multinacinal por cinco anos e na não autorização do Ministério do Meio Ambiente para renovar essa licença. Mais tarde,Por meio de visitas técnicas, foi verificado o estado da rede de esgoto da Coca Cola e realizados os descartes industriais, obviamente não autorizados.

Você também pode estar interessado em .. Amaranto: parte dois

Situação muito semelhante ocorreu na Índia em 2005, onde cerca de mil manifestantes marcharam para exigir que a fábrica perto de Varanasi fosse fechada, eles tinham certeza de que todas as comunidades próximas às fábricas de engarrafamento da Coca Cola sofrem com a falta e contaminação de seus solos e lençóis freáticos. Análises toxicológicas registram a presença de altos percentuais de pesticidas proibidos como o DDT e como "bons vizinhos" distribuíam seus resíduos industriais aos fazendeiros de Mehdigani com o argumento de que eram usados ​​para "compostagem". O resultado é que hoje os solos são estéreis.

E como se não bastasse, a bebida em questão, além de consumir o excesso de água, não fornece nenhum elemento nutricional, pelo contrário, por conter altas concentrações de açúcar, é um dos principais contribuintes para a obesidade, que afeta cada vez mais as pessoas. nossas populações do terceiro mundo, gerando, por outro lado, problemas dentários. E o efeito de "matar a sede" é alcançado com o uso de ácido fosfórico.

Você sabia que …

  • A Espanha é o país europeu que mais consome Coca-Cola?
  • Outros produtos seus são Fanta, Sprite, Aquarius, Nestea, Minute Maid, Tab, Sonfil, Finley, Nordic Mist ou Fruitopia (existem 324 diferentes)?
  • Uma lata de 33 cl. contém cerca de 35 gr. de Açucar?
  • Em 1931, a Coca-Cola mudou o terno verde do Papai Noel para vermelho para uma campanha publicitária, combinando com sua cor corporativa?
  • Outras universidades em Atlanta, Toronto, Califórnia, Irlanda ou Berlim já expulsaram a Coca-Cola de seus campi?
  • As garrafas de plástico da Coca-Cola na Espanha não são feitas de material reciclado, mas de plástico virgem.
  • É uma coincidência que o ex-presidente mexicano Fox seja um ex-representante da Coca-Cola? E Adolfo Calero, ex-gerente da Coca-Cola, agente da CIA e rosto público do contra da Nicarágua? E o embaixador dos EUA na Índia? E o magnata golpista Cisneros, na Venezuela? E o ministro Jorge Presno, do Uruguai?
  • Tem delegações em mais de 200 países, incluindo paraísos fiscais como Bahrein ou as Ilhas Cayman, para evitar impostos sobre seus benefícios ...
  • Em 2003 obtiveram um lucro de 21.044 milhões de dólares (metade das despesas previstas pela ONU para garantir educação básica a todas as crianças do mundo).
  • Ela dirige poderosos grupos de pressão: ela se opôs ao tratado de Kyoto por meio de seus lobbies Conselho dos EUA para Negócios Internacionais e a Mesa Redonda de Negócios, mudou os regulamentos na UE por meio da Câmara de Comércio Americana, foi fundadora do Instituto Internacional de Ciências da Vida, muito influente na FAO e na OMS, etc.
  • Contém produtos transgênicos.

Da próxima vez que for tomar um drink, lembre-se da contaminação do pantanal, do uso não autorizado da água subterrânea, da violência, aquele litro é na verdade três ... talvez uma limonada seja melhor.

5. Pfizer

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 5

Como se o uso massivo de Pfizer em testes em animais não fosse comovente o suficiente, a Pfizer decidiu usar crianças nigerianas como cobaias. Em 1996, a Pfizer viajou para Kano, Nigéria; para testar um antibiótico experimental no terceiro mundo para combater doenças como sarampo, cólera e meningite bacteriana. Eles deram trovafloxacina a aproximadamente 200 crianças. Dezenas deles morreram no experimento, enquanto muitos outros desenvolveram deformidades físicas e mentais. A Pfizer também pode afirmar com orgulho que está entre as dez maiores empresas dos Estados Unidos que causam poluição do ar.

Você também pode se interessar por .. O mundo segundo a Monsanto (Documentário)

E não vamos deixar de lado os "incentivos" milionários que eles dão aos médicos e aos governos para prescreverem seus "medicamentos".

6. Mc Donalds

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 6

Todos os anos, milhares de crianças consomem fast food de uma empresa que participa ativamente do desmatamento de florestas, da exploração do trabalho e da morte de milhões de animais: o McDonald's. Estratégias de marketing inteligentemente projetadas expandiram a empresa McDonald's para mais de 40 países, onde a imagem empática de Ronald McDonald e seu "Happy Meal" vende o gosto por fast food para crianças, associando-o a um ideal de alegria. Este anúncio tem tido muito sucesso em diferentes partes do mundo, contribuindo para altos índices de obesidade infantil. (veja o artigo completo)

Os alimentos que esta empresa entrega são totalmente desprovidos de nutrientes. Além disso, este alimento é conhecido mundialmente como 'junk food' e não é à toa que recebe este nome.

Os hambúrgueres e nuggets que o McDonald's oferece vêm de animais que ao longo de suas vidas foram mantidos em condições artificiais: Privados de ar livre e de luz solar, eles ficam lotados a ponto de não conseguirem esticar seus membros ou asas (no caso de galinhas), carregados de hormônios para acelerar seu crescimento e de antibióticos para neutralizar as múltiplas infecções a que estão expostos, devido às condições não higiênicas e de superlotação. As galinhas são engordadas a ponto de suas pernas não suportarem seu peso.

Para estabelecer suas franquias, o McDonald's adquire terras baratas no que antes eram florestas tropicais desmatadas para a pecuária. Oferece um salário mínimo aos seus funcionários, aproveitando as minorias étnicas e contratando menores.

Os produtos do McDonald's, com seu alto teor de gordura, açúcar e sal, estimulam nas crianças o desenvolvimento de sobrepeso, resistência à insulina e consequente diabetes tipo 2.

Oh, eu mencionei que fui um dos financiadores da campanha de George W Bush?

7. Nestlé

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 7

A Nestlé e seu enorme manto de crimes contra o homem e a natureza, como o desmatamento maciço em Bornéu - habitat de orangotangos em perigo crítico - para plantar óleo de palma e a compra de leite de fazendas ilegalmente confiscadas por um déspota no Zimbábue. A Nestlé começou a provocar ambientalistas com suas afirmações ridículas de que a água engarrafada é "verde", a partir daí eles descobriram sua sinistra rede de controle e destruição.

A Nestlé fez esforços globais para instar as mães em países do terceiro mundo a usarem seu substituto do leite infantil em vez da amamentação, sem avisar sobre os potenciais efeitos negativos. A Nestlé supostamente contratou mulheres vestidas de enfermeiras para entregar a fórmula infantil gratuita, que frequentemente é misturada com água contaminada. A mídia não mencionou as crianças que morreram de fome quando a fórmula acabou e suas mães não podiam pagar mais.

8. British Petroleum

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 8

Quem pode esquecer a explosão em 2010 de uma plataforma de petróleo na costa do Golfo, que deixou 11 mortos e milhares de pássaros, tartarugas marinhas, golfinhos e outros animais, destruindo a indústria pesqueira e turística da região? Este não foi o primeiro crime da BP contra a natureza. Na verdade, entre janeiro de 1997 e março de 1998, a BP foi responsável por 104 derramamentos de óleo colossais. Treze trabalhadores da plataforma morreram em uma explosão de 1965, 15 em uma explosão de 2005. Também em 2005, uma balsa que transportava trabalhadores de petróleo da BP caiu, matando 16. Em 1991, a EPA cita a BP como a empresa mais poluente dos Estados Unidos. Em 1999, a BP foi acusada de envenenamento ilegal no Alasca e, em seguida, em 2010, por vazar venenos muito perigosos para o ar no Texas. Em julho de 2006,Agricultores colombianos conseguiram um acordo com a BP depois que a empresa foi acusada de lucrar com um reinado de terror executado pelos paramilitares do governo colombiano que protegiam o oleoduto Ocensa. Claramente, não há como a BP fazer a coisa certa.

Você também pode estar interessado em .. Resgatar as sementes

9. Monsanto

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 9

Monsanto, criadores e promotores de alimentos geneticamente modificados, hormônios de crescimento bovino e envenenamento por pesticidas. A lista da Monsanto inclui a criação da semente "assassina", que cria plantas que nunca dão sementes para os agricultores comprarem a cada ano, o lobby para que rotulem o leite "sem hormônio" e substitutos do leite infantil ( presente se o bovino ingeriu hormônios de crescimento, um cancerígeno comprovado), bem como uma ampla gama de violações à saúde humana e ao meio ambiente associadas ao uso de venenos da Monsanto - «. Agente Laranja ”acima de tudo. Entre 1965 e 1972, a Monsanto despejou ilegalmente milhares de toneladas de lixo altamente tóxico em aterros no Reino Unido.De acordo com a Agência Ambiental, os produtos químicos estavam poluindo as águas subterrâneas e o ar 30 anos depois de serem descartados!

A Monsanto é famosa por atacar os próprios agricultores que afirma "ajudar", como quando processou um agricultor e o prendeu por guardar sementes de uma safra para plantar na próxima.

10. Ok

As 10 multinacionais mais perigosas do mundo 10

A mineradora Vale, transnacional brasileira presente em 38 países, é a maior empresa de exploração mineral diversificada da América Latina e a segunda do mundo. Entre seus méritos está a participação da empresa no desenvolvimento da hidrelétrica de Belo Monte, localizada em Altamira –Brasil-, visto que o projeto atinge o rio Xingú, principal fonte de vida da região. Com a intervenção da empresa, hoje a paisagem amazônica está sendo severamente modificada, assim como a vida de milhares de pessoas às margens de um dos principais rios do Brasil.

Paralelamente, em Carajás, no Pará - Brasil, inúmeras famílias foram despejadas, perderam suas casas e têm parentes que faleceram em decorrência da construção de uma ferrovia construída pela empresa, também denunciados pelos péssimos salários e condições de trabalho que seus funcionários sofrem.

Os impactos nas ações da mineradora não se limitam a reclamações no Brasil. Na região de Tete, em Moçambique, uma aldeia foi despejada das suas terras para que a empresa pudesse efectuar a extracção de carvão. Em troca, a empresa construiu um reassentamento no bairro Cateme, onde as casas e os serviços públicos não atendem às condições básicas para o desenvolvimento da população.

Infelizmente, existem muitas outras empresas que deveriam estar presentes nesta lista, algumas como Samsung, Tepco, Barklays, Microsoft, Intel, Sony ... etc

Como o artigo seria extremamente longo e triste, prometo entregar em breve a lista das 10 multinacionais mais responsáveis ​​e comprometidas. Elas existirão? Será verdade? Em breve saberemos.

Fontes :

Um tribunal equatoriano ordena que a Chevron pague 6.100 milhões por poluir a Amazoniaeconomia.elpais.com/economia/2011/02/14/actualidad/1297672388_850215.h

Abusos e violações dos direitos humanos na Nigéria por várias empresas de petróleo, incluindo

Financiamento da guerrilha pela De Beers documentado até 2000:

www.guardian.co.uk/world/2000/mar/28/davidpallister.chrismcgreal

Coca Cola e seu uso abusivo de água:

www.nuevatribuna.es/articulo/medio-ambiente/coca-cola-la-gran-depredad

Coca Cola e contaminação por pesticidas na Índia:

www.guiaongs.org/noticias/los-pesticidas- pone-en-evidencia-a-coca-col

Coca Cola e suas empresas nas Ilhas Cayman:

www.elconfidencial.com/especiales/paraisos-fiscales/2013/04/12/la-inve

A Coca Cola se opõe ao tratado de Kyoto:

www.tercerainformacion.es/spip.php?article45851

www.corpwatch.org/article.php?id=439

O uso de OGM (produtos geneticamente modificados) na Coca-Cola:

gmoinside.org/time-to-refresh-national-coalition-calls-on-coca-cola-an

A empresa farmacêutica Pfizer causou a morte de várias crianças nigerianas que usava como cobaias:

www.nytimes.com/2011/08/12/world/africa/12nigeria.html?_r=0

Greenpeace revela o papel do MacDonalds no desmatamento da floresta amazônica:

www.greenpeace.org/espana/es/news/2010/November/greenpeace-desvela-el-

McDonalds acusado de exploração de trabalho infantil:

www.guardian.co.uk/uk/2001/jul/31/1

Nestlé e desmatamento:

digitaljournal.com/article/289481

A Nestlé e o escândalo do leite materno:

www.escolar.net/MT/archives/2005/10/nestle_y_la_lec.html

Entre outras mais de 100 fontes consultadas para escrever o artigo.

Salve 

Salve 

Salve 

Salve 

Recomendado

Gengibre, propriedades, benefícios, cultivo e como usá-lo para perder peso
Menta: os benefícios impressionantes desta planta
Chia, usos, propriedades contra-indicações e muito mais