Glifosato detectado em 100% dos vinhos californianos, mesmo os orgânicos

Todos os vinhos produzidos na Califórnia (uma das principais regiões vinícolas dos EUA) testados contêm glifosato, o principal ingrediente do herbicida Roundup, que agora é classificado pelo Estado da Califórnia como um "conhecido cancerígeno".

Antes de saborear uma taça de vinho californiano como os do Napa Valley, que são considerados entre os melhores do mundo, você deve saber que provavelmente está bebendo uma porção significativa do infame herbicida Roundup da Bayer-Monsanto ou algum semelhante.

Glifosato detectado em 100% dos vinhos californianos, mesmo orgânicos 1

O grupo nacional de conscientização sobre OGM, Moms Across America, enviou dez garrafas de vinho da Califórnia para o Microbe Inotech Lab em St. Louis, incluindo marcas orgânicas e biodinâmicas.

Todos os dez vinhos deram positivo para glifosato.

Os vinhos testados vieram da região costeira do norte da Califórnia, nos condados de Napa Valley, Sonoma e Mendocino, também conhecida como "Wine Country".

Os níveis de contaminação foram 28 vezes maiores no vinho convencional do que no vinho orgânico, com níveis variando de 0,659 partes por bilhão no vinho orgânico a 18,74 partes por bilhão no vinho convencional.

O nível mais alto de glifosato foi encontrado em um Cabernet Sauvignon 2013 de um vinhedo convencional cultivado quimicamente. O mais baixo foi em um Syrah 2013 de um vinhedo biodinâmico e orgânico que nunca havia sido pulverizado de acordo com o proprietário. Um segundo vinho orgânico de uvas vermelhas mistas de 2012 teve 913 ppb de glifosato. (relatório completo: //d3n8a8pro7vhmx.cloudfront.net/yesmaam/pages/680/attachments/original/1458848651/3-24-16_GlyphosateContaminationinWineReport_(1).pdf?1458848651)

Cientistas alemães demonstraram que mesmo 0,1 ppb de glifosato, que é patenteado como um antibiótico, demonstrou destruir bactérias intestinais benéficas e promover o crescimento de bactérias intestinais patogênicas. As bactérias intestinais são responsáveis ​​por 70% do nosso sistema imunológico.

Você também pode estar interessado em .. Efeitos de DNA / RNA exógeno de plantas geneticamente modificadas no sistema imunológico humano

Apenas uma parte por trilhão de glifosato também demonstrou estimular o crescimento de células de câncer de mama.

A Organização Mundial de Saúde classifica o glifosato como um "provável cancerígeno", enquanto o Estado da Califórnia recentemente o adicionou a uma lista de "cancerígenos conhecidos" ( cancerígeno: causador ou promotor do câncer ).

Das cerca de 23 toneladas de glifosato usadas no condado de Napa em 2013, cerca de 22 toneladas foram aplicadas em vinhas, de acordo com o Departamento de Registro de Pesticidas da Califórnia.

As taxas de câncer de mama nos condados de Napa, Sonoma e Mendocino são de 10 a 20 por cento maiores do que a média nacional, de acordo com o Departamento de Saúde da Califórnia.

Estudo sobre a relação entre o glifosato e o câncer de mama: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23756170

Estudo sobre como o Glyphosate destrói nossa flora intestinal, mesmo em concentrações muito baixas: //www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23224412.

Como a maioria dos vinhedos desses três municípios usam Roundup / glifosato, suspeita-se que a aplicação na área esteja contaminando as lavouras orgânicas próximas às industriais (erroneamente chamadas de convencionais, sempre cultivamos sem herbicidas, o uso do herbicida não é convencional é a industrialização da produção de alimentos).

Recomendado

Gengibre, propriedades, benefícios, cultivo e como usá-lo para perder peso
Menta: os benefícios impressionantes desta planta
Chia, usos, propriedades contra-indicações e muito mais